Posições que aumentam o contato do clitóris com o corpo do parceiro ou que facilitam a estimulação manual são as campeãs do prazer feminino

Estimular o clitóris antes e durante a penetração pode trazer muito mais prazer à mulher e eventualmente encurtar o caminho para o clímax, explica Imacolada Marino Gonçalves, doutora em ciências da saúde, psicóloga clínica e terapeuta sexual do PROSEX.

Posições que facilitam a estimulação do clitóris podem aumentar o prazer feminino
Renato Munhoz (Arte iG)
Posições que facilitam a estimulação do clitóris podem aumentar o prazer feminino

Saber disso, no entanto, não significa que você deva ou precise entrar numa longa conversa com seu parceiro explicando as vantagens 'técnicas' da estimulação do clitóris. 

“O corpo feminino ainda é cercado por fantasias, vergonha e medo. Muitas mulheres ficam com receio do que os parceiros vão pensar se elas começaram a fazer comentários e pedidos. De quebra, o homem muitas vezes está habituado a uma mulher que finge orgasmo. Então, quando ela pede estimulação clitoriana, ele acha que existe um problema”, lembra Imacolada. 

Sugerir determinadas posições sexuais pode ser uma forma de tornar o sexo mais prazeroso sem necessariamente precisar entrar em nenhuma discussão teórica sobre o 'prazer feminino'.

“De modo geral, posições indicadas seriam as que estimulam a região, seja pelo toque ou pela fricção no corpo do parceiro, seja porque permitem que o clitóris seja estimulado com a mão, por exemplo, aquelas em que a mulher fica entre as coxas do parceiro”, diz Imacolada.

De quebra, a terapeuta sugere que os casais pratiquem a “manobra da ponte”. “O parceiro ou a própria mulher estimula o clitóris nas preliminares e, quando a mulher está próxima do orgasmo, o homem a penetra. Assim fica mais fácil fazer com que a penetração masculina desencadeie um orgasmo vaginal”, diz a terapeuta. 

Agora veja as posições que selecionamos e divirta-se.

1. CHAVE DE COXA
Chave de coxa: ela prende o homem entre as pernas.
Renato Munhoz (Arte iG)
Chave de coxa: ela prende o homem entre as pernas.

Com os ombros apoiados, ela prende o homem entre as pernas. Ele penetra e estimula o clitóris com uma das mãos ao mesmo tempo. “Vale toda posição que tenha o clitóris como foco. Não necessariamente precisa haver contato direto com o corpo do parceiro”, diz Imacolada. Usar as mãos, roçar em uma almofada ou num travesseiro são recursos que também proporcionam o mesmo prazer.

2. ENCAIXADINHA SENTADA

Encaixadinha sentada: ela senta no colo dele apoiando as costas em seu tronco.
Renato Munhoz (Arte iG)
Encaixadinha sentada: ela senta no colo dele apoiando as costas em seu tronco.

Ela senta no colo dele apoiando as costas em seu tronco. Ela rebola, ele estimula o clitóris com uma das mãos. Vale lembrar que a sensibilidade varia muito de pessoa para pessoa. “Estimulação inadequada pode até ferir o clitóris. A região é altamente enervada, o que o torna muito sensível ao toque. Dependendo de como o parceiro tocar e pressionar pode mesmo machucar e, até, provocar uma irritação”, lembra Imacolada. Faça seu parceiro perceber quando o toque está agradando e ajude-o a afinar o ritmo e a pressão para que vocês tenham o máximo de prazer juntos.

3. CAVALGADA DE COSTAS SENTADA

Cavalgada de costas: ela senta sobre o corpo dele e estimula seu pênis deslizando para frente e para trás.
Renato Munhoz (Arte iG)
Cavalgada de costas: ela senta sobre o corpo dele e estimula seu pênis deslizando para frente e para trás.

De costas, ela senta sobre o corpo dele e desliza provocantemente para frente e para trás, estimulando o seu membro. É o melhor de dois mundos: a mulher pode controlar a intensidade e o ritmo da penetração e, ao mesmo tempo, se estimular com as mãos.

4. SENTADA ENCAIXADA

Sentada encaixada: uma variação da cavalgada. Com ele deitado, ela senta de ladinho no pênis.
Renato Munhoz (Arte iG)
Sentada encaixada: uma variação da cavalgada. Com ele deitado, ela senta de ladinho no pênis.

Com ele deitado, ela senta de ladinho envolvendo o pênis. É uma variação da cavalgada que também permite que a mulher tenha controle sobre a intensidade e o ritmo do sexo, além de deixar as mãos de ambos livres para carícias no clitóris.

5. AGACHAMENTO ERÓTICO
Agachamento erótico: Ela se agacha nele e fica apoiada em suas mãos.
Renato Munhoz (Arte iG)
Agachamento erótico: Ela se agacha nele e fica apoiada em suas mãos.

Ela agacha sobre o corpo dele e faz movimentos ritmados para frente e para trás. Ele deve estar deitado e sustentando-a com as mãos. Nessa posição, ela tem controle sobre o ritmo e a intensidade da transa.

6. A DOMINADORA

Dominadora: ela por cima, com controle total sobre o ritmo e a intensidade dos movimentos.
Renato Munhoz (Arte iG)
Dominadora: ela por cima, com controle total sobre o ritmo e a intensidade dos movimentos.


Posição preferida por muitas mulheres, já elas conseguem ter total controle sobre o ritmo e a intensidade da relação. O parceiro tanto pode tocar e acariciar as pernas dela, quanto estimular o clitóris com as mãos. Quanto mais zonas erógenas forem estimuladas, maior a chance de chegar ao orgasmo.

7. NOITE SEM VERGONHA

Noite sem vergonha: ela fica com as mãos livres para estimular o clitóris.
Renato Munhoz (Arte iG)
Noite sem vergonha: ela fica com as mãos livres para estimular o clitóris.


A mulher fica deitada e deixa as pernas bem abertas, visão altamente excitante para o parceiro. Enquanto é penetrada, ela tem total liberdade com as mãos para estimular o clitóris.

8. POUSO RELAXADO

Pouso relaxado: ela deita com as pernas bem fechadas, ele vem por cima e roça o pênis no clitóris.
Renato Munhoz (Arte iG)
Pouso relaxado: ela deita com as pernas bem fechadas, ele vem por cima e roça o pênis no clitóris.


Ela deita com as pernas bem fechadas, ele vem por cima e massageia o pênis roçando-o entre as coxas dela. Nessa posição, o estímulo na vulva é mais intenso. “A zona de maior sensibilidade da mulher está nos 2 centímetros mais externos do canal da vagina”, diz Imacolada.

9. POSIÇÃO RELAXADA

Posição relaxada: ele fica por trás, roçando o pênis no bumbum e coxas dela, enquanto estimula o clitóris.
Renato Munhoz (Arte iG)
Posição relaxada: ele fica por trás, roçando o pênis no bumbum e coxas dela, enquanto estimula o clitóris.


Nessa posição, ela recebe estimulação no clitóris enquanto o parceiro massageia o pênis no seu bumbum e coxas. Conforme a flexibilidade do casal, ele pode penetrá-la nessa posição, o que permite uma dupla estimulação.

10. DOMANDO O GARANHÃO

Domando o garanhão: ela monta sobre ele, cavalgando em seu pênis e roçando o clitóris em seu corpo.
Renato Munhoz (Arte iG)
Domando o garanhão: ela monta sobre ele, cavalgando em seu pênis e roçando o clitóris em seu corpo.


Ela assume o controle da situação e cavalga o parceiro, controlando o ritmo e a profundidade da penetração. Ao ficar por cima, o clitóris é estimulado pelo contato com o corpo dele.


Leia também:

- Orgasmo também se aprende
- Posições sexuais para chegar ao orgasmo

>>> Curta nossa página no Facebook e siga o @Delas no Twitter <<<