Consultora de etiqueta e comportamento ensina como fazer bonito nas reuniões de família e evitar brigas com o(a) parceiro(a)

Tenha uma noite feliz
Getty Images
Tenha uma noite feliz
Para os casados ou comprometidos, as festividades de fim de ano exigem jogo de cintura. É preciso contentar a todos comemorando Natal e Ano-Novo com as duas famílias. Uma vez definidos os locais, outros fatores entram em jogo. Vira-e-mexe sai fofoca, e motivos não faltam. Como as mães sempre têm razão – a dele e a sua, convém tomar alguns cuidados para evitar que as ceias e almoços festivos na casa dos sogros se tornem indigestos.

Conversamos com a consultora de etiqueta pessoal e empresarial Célia Leão, que lista dez toques básicos para você fazer bonito e não cometer gafes, evitando brigas em família e também com o(a) parceiro(a). As dicas são para homens e mulheres.

1. Desgrude do sofá
Não dá para passar o tempo todo sentado no sofá assistindo ao Faustão e esperando que comida e bebida caiam do céu. Ofereça ajuda e faça alguma coisa, nem que seja colocar os pratos na mesa ou comprar o gelo que acabou. Interaja com as pessoas e seja agradável.

2. Leve um prato
Não é festa boca-livre, mas uma comemoração na casa dos sogros. É indispensável telefonar com alguns dias de antecedência oferecendo ajudas sinceras. Faça um prato caprichado, e, se não souber cozinhar, compre. Para as sogras mais doceiras, uma bela sobremesa impressiona.

3. Demonstre carinho
Ok, a sogra é centralizadora e proibiu terminantemente que você leve um prato para ceia. Neste caso, é simpático surpreender com um mimo para o café-da-manhã do dia seguinte. Biscoitos decorados são gostosos e temáticos. Essa delicadeza sempre será lembrada por ela.

4. Segure a língua
Os temas leves são adequados para reuniões festivas. Evite falar sobre doenças, discutir política, religião e questões financeiras. O cunhado é corintiano roxo? Melhor provocá-lo em outro momento. Assuntos que despertam paixões ficam do lado de fora, eles fatalmente causam discussões bobas.

5. Espumante não é água
E isso vale para vinho, caipirinha, ponche docinho... O álcool destrava a língua e favorece excessos, como descer até o chão ao som do funk, rir alto e contar piadas grosseiras.

6. Não force a barra
O peru feito pela cunhada ficou seco? Não precisa elogiar e dizer que foi o melhor que você já comeu. Soa falso e as outras pessoas percebem. Simplesmente não comente nada, nem se alguém perguntar.

7. Já comi, já bebi...
... e agora é hora de ajudar com a organização da casa. A sogra não quer que você lave a louça? Tudo bem. Ajude a tirar os pratos da mesa, jogue os papéis de presente no lixo, recolha as garrafas de cerveja. Você não precisa se comportar como um profissional de limpeza, mas também não deve ignorar a bagunça.

8. Anjinhos sob controle
Empolgados com os presentes, os pequenos desandam a correr pela casa, muitas vezes se aproximando perigosamente da coleção de bibelôs da vovó. Cuide dos seus filhos e evite desastres irreparáveis. E se brigarem com os primos, não leve a sério, crianças logo voltam às boas.

9. Não lave roupa suja
É fato, nenhuma mãe gosta de ouvir reclamações sobre os seus filhos. Os casais devem resolver suas diferenças em casa ou em sessões de terapia, e não em família. Ridicularizar o outro, fazer piadinhas maldosas e subir o tom da voz são atitudes grosseiras e desrespeitosas. Todo mundo repara e condena, pode apostar.

10. Enfim, vá embora
O bom convidado sabe a hora de chegar e partir. Geralmente, três horas de permanência são suficientes para festas comuns, mas Natal e Ano-Novo permitem mais. Na prática, não precisa cronometrar, basta ter bom senso. Após ajudar com a arrumação, já é hora de pensar em puxar o carro.

Veja também: Previsões para o amor em 2012

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.