Saiba como se livrar de alguns bloqueios e deixar a sua vida sexual muito mais proveitosa para você e para o seu parceiro

O sexo perfeito é aquele com sincronia, por
isso converse abertamente com seu parceiro
Getty Images
O sexo perfeito é aquele com sincronia, por isso converse abertamente com seu parceiro
Algumas mulheres se preocupam demais com a performance, outras se desesperam na hora do sexo anal. Está na hora de deixar de lado algumas preocupações e encontrar a melhor maneira de obter aquele prazer inefável com o seu parceiro. Confira o que mais atormenta as mulheres quando o assunto é sexo – e saiba como se livrar das neuras.

A luz acesa
Ele mal começou a tirar a sua roupa e você já está de olho no interruptor mais próximo. Muitas mulheres têm pavor de expor o corpo e algumas partes íntimas com qualquer sinal de iluminação. "Elas ficam preocupadas em não serem perfeitas, em mostrar os quilinhos a mais ou sentem algum incômodo com o sexo em si. É preciso tirar esses preconceitos para atingir o prazer. Usar os cinco sentidos (visão, tato, audição, olfato e paladar) traz novas sensações e ajuda a aumentar o tesão", explica a sexóloga Maria Fonte Lima.

Para tirar de vez esse problema da sua cama, experimente usar uma vela. Ela não ilumina tanto, mas não deixa o quarto na escuridão total. Aos poucos, você vai conseguir lidar com um pouco de claridade e se sentirá mais segura com o olhar excitante do seu parceiro.

Menstruação
Você está louca de vontade de fazer sexo com o seu parceiro, mas essa possibilidade não existe simplesmente porque você está menstruada? “O sangue da menstruação não é sujo, não é decorrente de uma higienização do útero, como algumas pessoas acreditam. Desde que seja com preservativos, não há problema nenhum em fazer sexo durante esse período", garante a ginecologista Rosana L. Guimberg.

Claro que ter intimidade com o cara com quem você está ajuda muito a quebrar essa preocupação. “Sugira fazer alguma coisa durante o banho ou em qualquer outro lugar que não tenha problema de ficar com alguns vestígios de sangue. Muitas mulheres ficam preocupadas em como vão limpar o colchão e os lençóis. Isso traz tensão e atrapalha muito”, complementa a especialista.

Lembrança de parceiras anteriores
É só deitar na cama com ele que você já fica com a pulga atrás da orelha, imaginando se o cara está pensando na ex? Se esse assunto já foi resolvido e a ex-namorada já não representa mais nenhuma ameaça, é hora de eliminar esses pesadelos da cabeça.

“É importante ter autoconfiança e muita segurança na relação de vocês. Se estão juntos é porque escolheram isso. Lugar de ex é no passado e não na cama”, explica Maria Fonte. Mas se você não consegue resolver essa parada sozinha, converse e desabafe com ele sobre essas preocupações. Ouvir da boca do parceiro ‘Você é a mulher da minha vida’ pode fazer um bem danado.

Atingir o orgasmo
Algumas mulheres parecem se preocupar demais em atingir o orgasmo e acabam se desviando do principal caminho para encontrá-lo: o prazer. “Não dá para passar a noite inteira pensando se o orgasmo acontecerá. Isso deixa a mulher ainda mais tensa e dificulta o relaxamento necessário para chegar ao ápice do prazer”, explica Rosana.

Ao invés de ficar maquinando e bolando um plano infalível para atingir o orgasmo, tente apenas seguir suas vontades e deixar o sexo fluir, quase como uma música. “Foque sempre no que lhe dá prazer. O orgasmo é consequência”, garante a especialista.

Sexo anal
Quando o assunto é sexo anal, só existe um caminho para enfrentar a questão. O segredo é pensar se você está realmente excitada com a ideia e a fim de experimentar. "A mulher precisa estar extremamente relaxada. Se ficar tensa, vai acabar contraindo a musculatura e deixando tudo mais difícil", explica a sexóloga Laura Muller.

Para acabar com a preocupação com a dor, é importante caprichar nas preliminares. "É assim que o corpo feminino se prepara para o sexo anal", complementa a especialista.

Falta de lubrificação
Qualquer mulher está sujeita a vivenciar um momento de falta de lubrificação. “A lubrificação geralmente acompanha a excitação, mas isso às vezes não acontece e não há problema nenhum. Durante a gravidez ou na menopausa, é comum uma diminuição de lubrificante natural”, explica a sexóloga Maria Fonte.

Se você está realmente sentindo prazer e bem excitada, não precisa se desesperar. Em farmácias e sex shops há uma variedade de lubrificantes à base de água, que se dão bem com a camisinha.

Sexo oral no parceiro
Quando chega a hora de caprichar no sexo oral, três preocupações costumam aparecer na cabeça de algumas mulheres: como fazer, como saber se está dando prazer e como lidar com os cheiros e fluidos que ficam tão próximos.

“Não há uma receita para isso. Vá experimentando movimentos e posições para a sua boca junto com o seu parceiro. Sejam cúmplices e indiquem os melhores caminhos”, sugere Maria Fonte.

Para quem sente nojo ou se preocupa com a higiene do pênis, a especialista dá uma dica. “Tomem um banho junto. Isso pode ajudar a tirar da sua cabeça aquela imagem de lugar sujo e com um odor desagradável. Mas não se esqueça de que você não é obrigada a fazer nada que não lhe traga prazer. O sexo oral, apesar de ser feito exclusivamente no outro, também tem que trazer excitação para a mulher”.

Masturbação
Ele pediu para você se masturbar e isso acabou com a sua noite? Pense de novo. “Alguns homens tem muito prazer com o visual. E ver a mulher se masturbando traz muita excitação. Isso não quer dizer que ele não está gostando de ter penetração com você”, explica Rosana.

Aproveite esse pedido dele e sinta prazer com seus próprios toques, explorando as regiões da sua vagina. “Você pode descobrir sensações novas. E, posteriormente, até ajudá-lo a deixar você mais excitada”, indica a especialista.

Fantasias
Tem gente que sonha em ver a própria mulher transar com outro cara; outros querem fazer sexo com alguém olhando e há também quem sonhe em explorar todos os cantos da casa. “Fantasias sexuais variam de pessoa para pessoa. Podem parecer complexas e bizarras ou simples e gostosas”, explica a sexóloga Maria Fonte.

Que tal trocar com ele algumas fantasias e experimentarem novas emoções? Mas, para que tudo saia como o imaginado, é fundamental que o casal esteja a fim, com disposição e ciente das escolhas. “Mesmo que seja só para incorporar um papel fictício, o casal tem que estar bem e com os desejos sólidos. Assim, a experiência só trará benefícios, sem se tornar um enorme problema para a relação”.

A performance
Pensamentos muitos críticos quanto ao seu desempenho sexual só atrapalham aquela noite tão esperada. É claro que algumas pontinhas de insegurança sempre surgem, principalmente se você não tem tanta intimidade com o parceiro.

Vale jogar limpo. Se você acha que não está indo tão bem em algum ponto específico, como no sexo oral ou até mesmo acertando a melhor posição, converse com ele. . E isso você só encontra indicando os caminhos, recebendo orientações delicadas.

“Não tenha vergonha”, garante Maria Fonte. E lembre-se de que você não está ali para fazer um vídeo pornô e assumir o papel de uma superstar do sexo. O que vocês querem é uma noite recheada de prazer. Para você e para ele.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.