Ultrafinos, texturizados ou em formatos diferenciados: opções de preservativos não faltam

Não tem desculpa. Usar preservativo agora pode ser confortável e até divertido. Ultrafinas, com texturas, em formatos diferenciados e até mesmo camisinhas que provocam sensações térmicas estão entre as opções oferecidas pelo mercado.

Nos últimos anos, os fabricantes vêm investindo na pesquisa de novos formatos e materiais que transformaram a camisinha num verdadeiro acessório erótico de prazer. Bom para os casais, que aproveitarem o melhor do sexo com segurança. É bom lembrar: o uso da camisinha é o método mais eficaz na prevenção do HIV (AIDS), DST’s (Doenças Sexualmente Transmissíveis) e também para evitar uma gravidez indesejada, afirmam os médicos.

Novidades funcionais e divertidas
A Blowtex recentemente lançou seu novo modelo Premium. Feitos de poliisopreno, os preservativos desta linha são antialérgicos e prometem mais sensibilidade com a mesma segurança do látex. A Prudence vem com o Prudence Frisson, uma camisinha com formato espiral feita para estimular as áreas mais sensíveis da mulher, e a Olla com o Olla Ice, que causa sensação refrescante. Entre os preservativos aromatizados, das três marcas citadas, o sabor campeão de vendas no Brasil é o morango, mas também é possível comprá-los nas versões uva, banana, tutti-frutti, entre outros.

Do morango ao chocolate: opções de camisinhas com aromas e sabores
TriciaVieira/Fotoarena
Do morango ao chocolate: opções de camisinhas com aromas e sabores

Lá fora, os preservativos andam tão tecnológicos e com desenhos elaborados que poderiam ser chamados de fantasias. No site da Condomania, a primeira loja de camisinhas dos Estados Unidos, é possível encontrar preservativos ultracoloridos, em formato de golfinho e até os patrióticos, com as cores das bandeiras de mais de 36 países.

Ainda sobre os preservativos gringos, a marca australiana Glyde oferece uma linha destinada aos “vegans” – grupo de pessoas que não comem ou usam produtos de origem animal. As camisinhas são feitas sem caseína, um derivado do leite usado na fabricação do produto tradicional. E seguindo outra linha, a da criatividade, os ingleses da Crown Jewels colocaram o Príncipe William e sua futura esposa, Kate Middleton, estampados nas caixas de seus preservativos.

O formato imita um golfinho e, ao lado, as patrióticas em diversas cores
Divulgação
O formato imita um golfinho e, ao lado, as patrióticas em diversas cores

Escolhendo o modelo ideal
No meio de tantas opções, como escolher a camisinha “ideal”? O sexólogo Amaury Mendes Jr. indica como boa opção os modelos ultrafinos, muito utilizados na indústria pornô. Ele chama atenção para a importância de uma boa colocação: "Tem que ter cuidado para não colocar o preservativo ao contrário. Ele tem que ser desenrolado do lado certo até a base do pênis”, avisa. Erro também é comprar camisinha extragrande para fazer bonito. “Não há mulher que não queira ter dois quilos a menos e homem que não queira ter dois centímetros de pênis a mais”, brinca Mendes, que recomenda: “a camisinha tem que ser justa”.

A realeza estampa caixa de camisinhas
Divulgação
A realeza estampa caixa de camisinhas
Para quem tem pouca familiaridade com o preservativo, melhor mesmo é começar pelo mais tradicional, recomenda a ginecologista Albertina Duarte. “O homem pode até variar, mas primeiro tem que ter intimidade com o preservativo básico”, diz.

Para sexo oral no homem, a camisinha com sabor pode ser uma boa pedida. Mas e quando é o homem que faz na mulher? Pode-se usar o papel filme como proteção ou improvisar cortando um preservativo ao meio para cobrir a área, garantem os médicos.

Camisinha tem prazo de validade
Antes de usar qualquer preservativo, do mais básico ao mais diferente, é importante checar o prazo de validade, a identificação completa do fabricante ou do importador e se o produto tem a certificação o INMETRO (Instituto Nacional de Metrologia), que atesta a qualidade do produto. Camisinhas guardadas há muito tempo em lugares abafados, como bolsos de calças, carteiras e no porta-luvas de carros devem ser descartadas, pois podem romper durante a relação.



No Brasil, os preservativos são distribuídos gratuitamente em toda a rede pública de saúde. Para saber o local mais próximo de sua residência, basta ligar para o Disque Saúde 0800 61 1997, ou acesse o site do Ministério da Saúde www.saude.gov.br .

Mais Amor e Sexo
Brinquedos eróticos e divertidos
Por dentro das boutiques eróticas
10 testes de amor e sexo
Meu sexo é normal? Perguntas respondidas
Sexo oral para mulheres: "É mais fácil dar prazer que receber”
Mulheres se preocupam com a região íntima

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.