O ato também pode ser muito prazeroso, basta entrar no clima e entender que o prazer não é obtido apenas ao introduzir o pênis na vagina ou ânus

O sexo sem penetração, diferentemente do que muita gente pode pensar, não se trata apenas de preliminares e tem até mesmo um nome próprio: gouinage . Na relação sexual sem penetração, o foco é no tato, na troca de carinho, fluidos e cheiros, algo que pode transcender o sexo em sua forma mais conhecida, com a penetração vaginal.

Leia também: Sexo sem penetração também pode ser prazeroso, afirmam especialistas

Carícias, abraços, beijos e até o sexo oral podem servir como forma de estimular o parceiro no sexo sem penetração
Shutterstock
Carícias, abraços, beijos e até o sexo oral podem servir como forma de estimular o parceiro no sexo sem penetração

E, sim, o sexo sem penetração também pode ser muito prazeroso. Basta entrar no clima e entender que o prazer não é obtido apenas no ato de introduzir o pênis na vagina ou ânus. Carícias, abraços, beijos e até o sexo oral podem servir como forma de estimular o parceiro. Neste momento, vale buscar posições sexuais que foquem no corpo como um todo e não apenas as genitálias.

Leia também: Confira 7 práticas sexuais para quem não gosta de penetração

Lembrando que pode ser mais difícil de chegar a um orgasmo no sexo sem penetração se, para você, é essencial a penetração para atingir o ápice. Mas não precisa desistir de tentar esse tipo de relação. Você pode se aventurar na prática o tempo que quiser, mas, se ao final ainda estiver com muito tesão e quiser “se aliviar”, pode sugerir ao parceiro a penetração ou uma masturbação.  Sempre com consentimento, é claro.

Posições sexuais para um sexo sem penetração

1. Pouso Relaxado

Para reproduzir a posição sexual chamada Pouso Relaxado, a mulher deve ficar deitada com a barriga para cima
Renato Munhoz (Arte iG)
Para reproduzir a posição sexual chamada Pouso Relaxado, a mulher deve ficar deitada com a barriga para cima

Para reproduzir a posição sexual chamada Pouso Relaxado, a mulher deve ficar deitada com a barriga para cima e as pernas esticadas, enquanto o parceiro ou parceira se deita sobre ela, também com as pernas esticadas. A posição não precisa, necessariamente, envolver a penetração, e pode ser marcada pela fricção dos corpos.

Além disso, o casal pode aproveitar para estimular diferentes áreas do corpo. Os seios da mulher podem ser estimulados com as mãos ou boca. O caminho também fica livre para carícias nas costas, braços, pescoços e orelha, outros pontos importantes para serem estimulados.

2. Domando o Garanhão

Da mesma forma que no Pouso Relaxado, a Domando o Garanhão pode ser boa forma de aumentar contato dos corpos
Renato Munhoz (Arte iG)
Da mesma forma que no Pouso Relaxado, a Domando o Garanhão pode ser boa forma de aumentar contato dos corpos

Da mesma forma que no Pouso Relaxado, a Domando o Garanhão pode ser uma boa forma de aumentar o contato dos corpos em um ato sexual sem penetração. Neste caso, o homem fica deitado de barriga para cima, e é a mulher que vem sobre ele para controlar a fricção e carícias. Estímulos no bumbum da parceira são mais que bem vindos, além de muitos beijos e chupões no pescoço.

3. Pouso Forçado

Homem também pode estimular o pênis no bumbum da parceira sem realizar a penetração anal ou vaginal, com fricção
Renato Munhoz (Arte iG)
Homem também pode estimular o pênis no bumbum da parceira sem realizar a penetração anal ou vaginal, com fricção

O homem também pode estimular o pênis no bumbum da parceira sem realizar a penetração anal ou vaginal. Ela deve ficar deitada de barriga para baixo, enquanto ele vem por cima. O bom desta posição é que, apesar de ser mais difícil de estimular diferentes partes do corpo, se colocado um travesseiro embaixo da vagina da mulher, o clitóris também é estimulado simultaneamente.

4. Dança das Borboletas

Na Dança das Borboletas, você fica sentada no colo do parceiro e pode explorar as zonas erógenas das orelhas
Renato Munhoz (Arte iG)
Na Dança das Borboletas, você fica sentada no colo do parceiro e pode explorar as zonas erógenas das orelhas

Talvez uma das melhores posições para quem busca o sexo sem penetração. O casal se envolve com as pernas, um sentado no colo do outro, e para os estímulos é só deixar a imaginação rolar. Os seios femininos podem ser estimulados com as mãos, boca e rosto. Os pescoços, orelhas e costas também merecem atenção. E não há posição mais confortável para longos beijos – não só na boca.

Leia também: Sente dor na relação? Saiba quais as possíveis causas e os tratamentos

5. Posição do Abraço

Ao invés de pernas fechadas, como em Desabrochar da Orquídea, na Posição do Abraço as pernas ficam esticadas
Renato Munhoz (Arte iG)
Ao invés de pernas fechadas, como em Desabrochar da Orquídea, na Posição do Abraço as pernas ficam esticadas

Essa posição para sexo sem penetração é muito parecida com a Dança das Borboletas. A diferença fica na pernas do casal, que ao invés de fechadas ficam esticadas. Vai de acordo com a flexibilidade e preferência de cada pessoa.

6. De Ladinho

 Quem está na missão de “envolver” o outro, pode estimular o tronco da parceira, incluindo seios, pescoço e barriga
Renato Munhoz (Arte iG)
Quem está na missão de “envolver” o outro, pode estimular o tronco da parceira, incluindo seios, pescoço e barriga

Na famosa “conchinha”, o casal fica deitado de lado, um de costas para o outro. Quem está na missão de “envolver” o outro, pode estimular o tronco da parceira, incluindo seios, pescoço e barriga, passando também pela orelha, virilha e parte interna da coxa – isso sem falar do bumbum, que pode ser tanto estimulado pelo próprio corpo da parceira ou parceiro quanto pelas mãos.

7. Posição Relaxada

Na Posição Relaxada, ele fica por trás, roçando o pênis no bumbum e coxas dela, enquanto estimula o clitóris.
Renato Munhoz (Arte iG)
Na Posição Relaxada, ele fica por trás, roçando o pênis no bumbum e coxas dela, enquanto estimula o clitóris.

A Posição Relaxada é muito parecida com a De Ladinho, mas nela fica mais fácil de estimular o clitóris da mulher porque a perna dele deve ficar mais aberta. Ela pode até mesmo usar as pernas do parceiro de apoio para aumentar a abertura vaginal.

Leia também: Dicas de como deixar as preliminares melhores que o sexo com penetração

8. Desabrochar da Orquídea

Na hora de estimular o clitóris, o
Renato Munhoz (Arte iG)
Na hora de estimular o clitóris, o "órgão da felicidade", o sexo oral é uma das práticas mais valorizadas pelas mulheres

Para aquelas que não conseguiram chegar ao orgasmo com outros estímulos pelo corpo, um bom sexo oral pode ser a solução para um “alívio”. Na Desabrochar da Orquídea, ela fica deitada de barriga para cima, com as pernas um pouco flexionadas e abertas, abrindo caminho para a boca do parceiro sexual. A pessoa ainda pode fazer carícias na barriga e seios usando as mãos.

9. Beijo do Súdito

Na Beijo do Súdito, parceiro sexual pode ajudar a mulher a chegar ao orgasmo com estímulos no bumbum e costas
Renato Munhoz (Arte iG)
Na Beijo do Súdito, parceiro sexual pode ajudar a mulher a chegar ao orgasmo com estímulos no bumbum e costas

O sexo oral também pode ser feito com a mulher se ajoelhando sobre a cabeça da outra pessoa na relação. Desta vez, ao invés de estímulos extra nos seios e barriga, o parceiro ou parceira sexual pode ajudar a mulher a chegar ao orgasmo com estímulos no bumbum e costas.

10. Oral Clássico

Casal também pode fazer a relação em pé, iniciando com carícias no rosto e pescoço, com muitos beijos, indo até o oral
Renato Munhoz (Arte iG)
Casal também pode fazer a relação em pé, iniciando com carícias no rosto e pescoço, com muitos beijos, indo até o oral

O casal também pode fazer a relação em pé, iniciando com carícias no rosto e pescoço, com muitos beijos e até chupões, e terminando com um sexo oral clássico, com a mulher ajoelhada e o homem em pé. Claro que, depois, é vez dele agradar a parceira caso ela ainda não tenha chegado ao ápice ou ponto que queira da relação.

11. Oral Extremo

Outra forma de fazer oral no homem é com ele de joelhos, mas a mulher precisa estar confortável na posição necessária
Renato Munhoz (Arte iG)
Outra forma de fazer oral no homem é com ele de joelhos, mas a mulher precisa estar confortável na posição necessária

Outra forma de fazer sexo oral no homem é com ele de joelhos. Já a mulher faz todo o “trabalho” posicionada de barriga para cima e inclinada para trás, apoiada pelos cotovelos, para conseguir posicionar a boca no genital masculino.

12. 69

Na 69,  as duas pessoas se deitam de lado, mas em sentidos opostos, para que as genitálias fiquem na altura da boca
Renato Munhoz (Arte iG)
Na 69, as duas pessoas se deitam de lado, mas em sentidos opostos, para que as genitálias fiquem na altura da boca

Mas como um ponto importantíssimo do sexo sem penetração é a maior conexão entre os parceiros sexuais, um 69 pode ser a melhor forma de terminar o ato se você optar por fazê-lo com o sexo oral. Nesta posição, as duas pessoas se deitam de lado, mas em sentidos opostos, para que as genitálias fiquem na mesma altura da boca de cada um. Desta forma, é possível receber e fazer o oral ao mesmo tempo. O mais difícil mesmo é conseguir se concentrar.

Mas quem se beneficia do sexo sem penetração

Se a gente for pensar no gouinage, é adepto da prática quem não sente prazer na penetração, independentemente da orientação sexual. São os chamados “guines”. Mas não são só essas pessoas que podem se beneficiar do sexo sem penetração. Vale lembrar que muitos casais ficam impossibilitados de fazer a penetração por conta de um parto recente, por exemplo, problema de saúde, falta de ereção ou retirada da próstata.

Leia também: Massagem tântrica melhora sexo e alivia traumas: “É como perder a virgindade”

Apesar de o termo ter ficado conhecido principalmente no mundo LGBT+, já que remete à prática sexual realizada por mulheres lésbicas, a verdade é que qualquer pessoa pode aproveitar os benefícios do sexo sem penetração , mas é preciso entender que os estímulos para gerar prazer podem também ser originados a partir de beijos, carícias e abraços. Neste caso, todo o corpo é estimulado, não apenas uma região específica. E o melhor de tudo é que isso pode aumentar ainda mais a intimidade e proximidade do casal.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.