Tamanho do texto

Keila Mara conta que não tinha como compactuar com a atitude do ex e não pensou duas vezes antes de acabar o relacionamento: "É questão de caráter"

O relacionamento de Keila Mara ia muito bem até a bombeira civil descobrir que o namorado era um pai que não paga pensão. Segundo a moça, os dois estavam saindo há um mês quando ela resolveu fazer algumas perguntas mais detalhadas sobre a relação dele com a enteada. Antes disso, ela conta que evitava tocar no assunto para não “assustar o cara”, mas nem imaginava que estava se envolvendo com um homem “sem caráter”.

Leia também: Jovem descobre traição do namorado de forma inusitada e história viraliza

keila Mara não pensou duas vezes e terminou com o rapaz quando descobriu que ele é um pai que não paga pensão
Arquivo pessoal
keila Mara não pensou duas vezes e terminou com o rapaz quando descobriu que ele é um pai que não paga pensão


“Eu perguntei se ele era um pai presente, se pagava a pensão em dia, e ele disse que só pagava quando dava porque não se entendia bem com a mãe da filha e a menina também não fazia questão”, conta a mulher. Para ela, o homem ainda disse que, apesar de ser um pai que não paga pensão , entregava algumas cestas básicas para a ex e isso não tinha nada a ver com o seu relacionamento atual.

Keila conta que ficou assustada com a confissão do rapaz e decidiu terminar o namoro na mesma hora. “Eu disse: ‘Se você não dá atenção para a sua filha e não supre as necessidades dela, que tem seu sangue, imagina o que você não fará comigo”, revela em entrevista ao Delas . Na ocasião, a carioca diz que o homem insistiu para ela não romper o namoro, mas não conseguiu convencê-la com o discurso.

“Eu tenho um filho de 11 anos e também luto por ele, para o pai pagar a pensão em dia, para ser presente na vida dele, e como é que eu vou me relacionar com um cara que faz a mesma coisa com a filha? Não dá”, argumenta. A bombeira acredita, inclusive, que todas as mulheres deveriam ter a mesma atitude. Assim, homens que não assumem suas responsabilidades pelo menos poderiam refletir e, quem sabe, mudar futuramente.

“Por carência, muitas mulheres aceitam um relacionamento desses, acham até que podem mudar o homem depois, mas eu acho que o amor de um pai por uma filha tem de vir dele mesmo. Ninguém tem de ensinar, ele tem de saber do que a filha precisa”, afirma ela, que não voltou atrás na decisão e seguiu sua vida longe do homem.

Atitude da mulher que namorou com pai que não paga pensão viralizou

Keila diz que em abril deste ano estava usando o Facebook quando viu a publicação de um advogado sobre a importância de os homens pagarem a pensão dos filhos em dia e se sentiu à vontade para compartilhar sua história. Nos comentários, então, ela desabafou e contou que terminou um relacionamento por conta disso, mas nem imaginava que seu depoimento ganharia as redes sociais.

Leia também: Como terminar um relacionamento? 5 mulheres contam experiências

No post, Keila diz que mulheres que apoiam homens que não se importam com os filhos são da “mesma laia” e não têm caráter. Pouco tempo depois, o comentário foi printado por algumas pessoas e foi parar em diversas páginas da internet. “Não sei quem tirou o print pela primeira vez, mas já vi páginas em que a postagem está com mais de 22 mil compartilhamentos”, conta ela, que descobriu a “fama” recentemente, quando sua irmã a marcou em um dos posts compartilhados.

Orgulhosa, a carioca diz que gosta de saber que muitas pessoas concordam com o que ela pensa e, querendo ou não, estão dando um recado para os homens nas redes sociais. “Pela quantidade de compartilhamentos, vi que muitas mulheres tiveram a coragem de dizer o que pensam, e isso é bom”, avalia.

Para ela, outra coisa que deve ser levada em consideração é o respeito que os homens têm pelas mulheres que se envolveram no passado. No caso do pai que não paga pensão, ela diz que também se decepcionou quando percebeu que ele só conseguia criticar a mãe da filha de nove anos.

Leia também: Você é controlada sem perceber? Saiba identificar um relacionamento abusivo

“Independentemente de estar com a pessoa ou não, o respeito tem de existir. É preciso ter uma boa relação para o bem da criança. No caso desse meu ex, o pai que não paga pensão, ele falava com muita falta de respeito da ex-mulher, e isso também me fez pensar sobre tudo”, revela a bombeira, que sente isso na pele com o pai de seu filho.

“No início, logo que terminamos, ele era presente e pegava o meu filho de 15 em 15 dias, pagava a pensão certinho. Quando casou de novo, mudou. Agora só pega quando quer, fala que não tem dinheiro para vir buscar. É uma luta todos os meses. Mas mesmo com esses defeitos, meu filho o ama”, diz.

Keila já está em outra

Após a decepção que passou com o pai que não paga pensão, a bombeira resolveu dar mais uma chance para o amor e hoje está feliz da vida, namorando um rapaz 12 anos mais novo, que conheceu em um site de relacionamentos.

“Estamos juntos há oito meses e ele, apesar de novo, tem muita maturidade. Somos muito felizes juntos, e o melhor é que ele gosta muito do meu filho, os dois são bem amigos”, conta a mulher. Ela acredita ainda que a sua história pode servir de exemplo para outras mulheres que acabam namorando homens com atitudes reprováveis e não terminam o relacionamento com medo de ficarem sozinhas.

Keila acha que sua história pode motivar outras mulheres que não acabam a relação por medo de ficarem sozinhas
Reprodução/Facebook
Keila acha que sua história pode motivar outras mulheres que não acabam a relação por medo de ficarem sozinhas


Leia também: Por que está tão difícil se atrair por homens e arrumar namorado?

O novo namorado de Keila, segundo ela, ainda não tem filhos, mas concorda com o seu pensamento sobre o pai que não paga pensão e apoia tudo o que a bombeira faz no dia a dia. Para complementar a renda, por exemplo, a carioca conta que começou a vender chapéus personalizados, que ela mesma produz em casa, e o apoio do companheiro é fundamental.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.