Paul e Martha se falaram por cartas durante anos, se apaixonaram e ficaram juntos até a morte dela. O relato do idoso ganhou uma grande repercussão

Uma história de amor de um casal de idosos tem emocionado os seguidores da página de Facebook "Love Whats Matter". O relato foi feito por um senhor americano identificado apenas como Paul. Ele e a amada, Martha, passavam o dia sentados na calçada em uma rua residencial do Texas nos Estados Unidos, e eram conhecidos no local. Eles permaneceram juntos até a morte da mulher. 

Leia também: O amor e suas diversas formas

Casal de idosos ficava todos os dias sentado na calçada vendo o movimento da rua
Reprodução/Facebook
Casal de idosos ficava todos os dias sentado na calçada vendo o movimento da rua



No relato, o senhor conta que o casal de idosos se conhecia desde a infância, mas que demorou para engrenar o romance. “Nós crescemos juntos porque nossas famílias frequentavam a mesma igreja, mas só comecei a falar com ela depois que entrei para a marinha”, escreve Paul. Veja os detalhes dessa história: 

Contato através de cartas

Já adultos, eles continuaram conversando, mas logo Paul precisou se afastar devido ao ataque militar de Pearl Harbor. Como estavam distantes, passaram a conversar por cartas e o interesse um pelo outro foi aumentando. Um dia, o americano foi dar uma volta com seu amigo e se deparou com uma mulher vendendo conjuntos de alianças.

Leia também: Eles têm mais de 40 e encontraram o amor em um site de relacionamento

“Bem, eu não tinha interesse, nem o meu amigo, porque não tínhamos planos de casar em breve, mas ao me lembrar daquela mulher [Martha] fiquei convencido a olhar para os anéis e acabei comprando um par deles”, lembra Paul.

Anel oficializou a relação

Porém, o americano não enviou o anel para parceira, preferindo manter o significativo objeto junto com ele durante muito tempo. Eles continuaram a conversar por cartas, até que Paul decidiu que não esperaria mais e enviou o anel para Martha.

Depois de uns dias, Paul ligou para ela e perguntou se a amada havia recebido alguma encomenda dele, ela disse que sim e, a partir daí, firmaram um relacionamento sério que durou por muitos e muitos anos. “Foram 57 anos juntos. Eu vinha todos os dias sentar com ela na calçada e ficava acenando para os carros que passavam. Vivemos muitas aventuras juntos”, relata Paul.

O casal permaneceu junto até a morte de Martha, que sofria de demência. Mesmo com a mulher já debilitada, Paul a acompanhava no ritual de passar os dias ao seu lado na calçada no bairro texano.

Repercussão nas redes sociais

A história do casal fez sucesso nas redes sociais, e na página do Facebook, o relato recebeu mais de 19 mil reações e diversos comentários que, em sua maioria, dizem que essa é a “escola do amor” e que a sociedade atual deveria se inspirar neles.

Leia também: Diferença de idade: jovem de 18 anos enfrenta família para namorar homem de 52

Uma internauta chegou a comentar que o casal de idosos tem uma história parecida com a dos pais dela: “A minha mãe e o meu pai têm um amor assim. Casados por 63 anos, ambos com 89 anos, a minha mãe é totalmente dependente e o meu pai fica no hospital com ela todos os dias das dez da manhã às dez da noite. Admiro a lealdade, a paciência e o grande amor que meu pai tem pela minha mãe”.

    Leia tudo sobre: amor
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.