Com planos de pagar a faculdade, comprar uma casa e viajar, a jovem de 19 anos afirma que nunca sonhou em receber um lance tão alto

Para muitas mulheres, o momento de perder a virgindade deve ser especial e acontecer na companhia de uma pessoa com quem elas têm um relacionamento. Para outras, porém, basta pintar a vontade de fazer sexo , e algumas delas ainda optam por lucrar com a primeira vez no sexo. Com sites especializados em realizar leilões de virgindade, histórias como a de Lola e Monica , que querem vender o momento para assegurar o futuro são comuns e, recentemente, uma jovem modelo de 19 anos chamada Giselle leiloou esse momento por US$ 3 milhões (o equivalente a quase R$ 10 milhões).

Por escolha e visando pagar a faculdade, comprar uma casa e viajar, a jovem Giselle, de 19 anos, leiloou a virgindade
Cinderela Escorts/Reprodução
Por escolha e visando pagar a faculdade, comprar uma casa e viajar, a jovem Giselle, de 19 anos, leiloou a virgindade

De acordo com a agência que realizou o leilão da virgindade , o site alemão Cinderella Escorts, o altíssimo lance veio de um empresário de Abu Dhabi. Porém, faltou pouco para que o leilão não fosse arrematado por um ator de Hollywood – não identificado pelo site –, cujo lance foi de US$ 2,9 milhões (aproximadamente R$ 9,1 milhões).

Leia também: Confira seis dicas para tornar a primeira vez no sexo incrível

Repercussão

Segundo o site, o objetivo de Giselle com o leilão da primeira vez era ter dinheiro o suficiente para pagar a faculdade, comprar uma casa nova e fazer algumas viagens. Após o término dos lances, porém, a moça afirma que nunca pensou que o valor final chegasse perto dos R$ 10 milhões. “Eu nem imaginava que os lances ficariam tão altos, isso é um sonho realizado”, conta a moça.

Assim como muitas outras jovens que decidem leiloar a própria virgindade, Giselle não dá a mínima para as críticas e acredita ser uma forma de ter mais controle sobre o próprio corpo. “Se eu quero ter minha primeira vez com uma pessoa que não é meu primeiro amor, essa decisão é minha. O fato de que mulheres podem fazer o que quiserem com seus corpos e ter a coragem de viver sua sexualidade contra as críticas é uma forma de emancipação”, declara a jovem modelo.

Leia também: Pornografia em realidade virtual distorce o conceito de consenso, diz estudo

Ao responder às críticas, Giselle faz uma comparação. “Quantas pessoas não trocariam a primeira vez que tiveram por R$ 10 milhões?”, questiona. E, apesar de o site usado pela jovem ser famoso, a moça afirma que já pensava em leiloar a virgindade antes de descobrir a existência da agência, mas que achou mais seguro levar o processo dessa maneira.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.