Se você sente atração sexual pela inteligência alheia, você pode ser um

Há alguns anos, o site de relacionamentos “OkCupid” adicionou uma nova orientação sexual à longa lista disponível no site. Além dos termos que já são familiares às pessoas (como heterossexual, gay e bissexual) estão alguns menos discutidos, como sapiossexual. Nas últimas semanas, o assunto veio à tona nas redes sociais e dividiu as opiniões. Afinal, o que é a sapiossexualidade? 

Leia também: Unicórnio do sexo? Saiba mais sobre essa nova forma de ter uma relação a três

De acordo com terapeuta sexual, sapiossexual é a pessoa que se sente sexualmente atraída pela inteligência alheia
Shutterstock
De acordo com terapeuta sexual, sapiossexual é a pessoa que se sente sexualmente atraída pela inteligência alheia

De acordo com o site, sapiossexual é uma pessoa que “acha inteligência o aspecto mais atrativo sexualmente” ou o “comportamento de sentir atração ou ficar excitado pela inteligência”. Algumas pessoas afirmam ainda que a pessoa que tem essa orientação sexual se sente atraída por quem é tão ou mais esperto que ela.

A terapeuta sexual Courtney Geter, consultada pelo site “Refinery 29”, concorda com essa definição, mas afirma que os aspectos da inteligência que as pessoas acham atraentes podem variar. “Algumas pessoas apenas precisam que a outra pessoa tenha um certo nível de inteligência, enquanto outras ficam atraídas quando a inteligência é equivalente”, explica.

Leia também: Qual é o sexo do seu cérebro? Faça o teste e descubra

Orientação sexual ou preferência?

Segundo a terapeuta, pessoas sapiossexuais têm tendência a preferir aqueles com um bom papo e inteligência a aqueles que chamam atenção pela beleza. Isso não significa que a aparência não entra na equação, e, sim, que aqueles que conseguem estimular a pessoa intelectualmente são mais atraentes do que aqueles que não conseguem. É aí, porém, que mora o questionamento: grande parte das pessoas pensam dessa forma, então até onde a sapiossexualidade é válida como uma orientação sexual?

De acordo com Courtney, gostar de pessoas inteligentes é diferente de – literalmente – sentir atração sexual pela inteligência alheia. Ainda assim, com base na própria experiência, a terapeuta afirma que é difícil de enquadrar a sapiossexualidade como uma característica que vem “sozinha”, como a heterossexualidade ou a homossexualidade. “É difícil de categorizar isso porque qualquer pessoa de qualquer identidade de gênero ou orientação pode se excitar com inteligência ”, afirma ela.

Leia também: Saiba quais são as preferências sexuais de cada signo do zodíaco

Em vez de classificar a sapiossexualidade como uma orientação, a terapeuta prefere descrevê-la como uma preferência, assim como a atração por pessoas com uma determinada cor de cabelo ou de uma determinada idade. Segundo ela, porém, não é preciso surtar com a definição e se declarar sapiossexual na hora de conhecer possíveis parceiros. Para Courtney, conhecer a si mesmo e saber o que desperta o interesse já basta.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.