Inglês havia marcado encontro por aplicativo de relacionamentos, mas se surpreendeu com o resultado final do jantar com a sua pretendente

Quem usa aplicativos de relacionamento sabe que as conversas que são iniciadas pelos apps podem terminar em diversas surpresas, sejam ela agradáveis ou, infelizmente, terríveis. No caso do britânico Liam Smyth, seu encontro com uma jovem que conheceu no Tinder se tornou realmente inesquecível, mas não pelos bons motivos.

Leia também: "Não beba café no primeiro encontro: melhor ter sono do que fezes na bolsa"

Com autorização da parceira, inglês divulgou história em site de financiamento coletivo para conseguir dinheiro para janela
GoFundMe/Reprodução
Com autorização da parceira, inglês divulgou história em site de financiamento coletivo para conseguir dinheiro para janela

Os dois foram jantar em um restaurante, e a conversa foi tão boa que o encontro foi estendido à casa de Liam, até que o intestino da mulher resolveu participar também. A parceira pediu licença para ir ao banheiro – até aí tudo bem, essas coisas acontecem –, mas voltou para o inglês em choque.

“Eu fui fazer cocô no seu banheiro”, disse a jovem para Liam. “E ele não foi pela descarga. Eu não sei porque fiz isso, mas eu entrei em pânico. Eu peguei o cocô, enrolei em um papel e o joguei pela janela.”

Leia também: Garota faz vingança criativa contra rapaz que a decepcionou; confira

Liam escutou tudo sem se indignar e ainda propôs à parceira que os dois fossem até o jardim para “resgatar” o cocô, jogá-lo fora e fingir que toda a confusão nunca havia acontecido. O problema é que a janela que a mulher usou não dá para o jardim, mas para uma abertura envidraçada no banheiro do inglês. O objeto, então, ficou lá, preso entre a janela e o outro vidro. Confira abaixo:

Após cocô não descer pela descarga em encontro, jovem decidiu enrolá-lo em papel e jogá-lo pela janela – o que deu errado, já que ela não era aberta
GoFundMe/Reprodução
Após cocô não descer pela descarga em encontro, jovem decidiu enrolá-lo em papel e jogá-lo pela janela – o que deu errado, já que ela não era aberta


Solução

Liam já procurava por um martelo para quebrar o vidro quando a parceira teve uma “genial” ideia. Como ginasta amadora, ela estava convencida de que poderia entrar por uma abertura da janela da frente, se encaixar no espaço entre os dois vidros e pegar o cocô.

Primeiro, foram os braços, depois, a cabeça, o tronco e nada mais, nem pra frente, nem pra trás, porque a jovem ficou presa. Presa, de cabeça para baixo, em um espaço reduzido entre dois vidros.

Foram 15 minutos nessa posição, sem conseguir sair. Liam começou a se preocupar com a saúde da parceira, então decidiu chamar por ajuda especializada. Em poucos minutos, os bombeiros chegaram. Foram mais 15 minutos até que a mulher pudesse ser removida da janela.

Foram necessários 15 minutos até que os bombeiros pudessem retirar a mulher que ficou entalada entre duas janelas de vidro durante encontro
GoFundMe/Reprodução
Foram necessários 15 minutos até que os bombeiros pudessem retirar a mulher que ficou entalada entre duas janelas de vidro durante encontro


Não termina por aí

A história do encontro desastroso de Liam não termina aí, entretanto. Para conseguir tirar a mulher da janela, os bombeiros precisaram destruir a janela do banheiro. Para reparar o estrago, nada mais, nada menos que £300, o que equivale a mais de R$1,2 mil. “Como um estudante de pós-graduação, esse é um pedaço significativo do meu orçamento. Na verdade, esse é meu orçamento mensal”, escreveu Liam no site GoFundMe.

Leia tambén: Mulher publica foto do ex e descobre que namoro não acabou como pensava

O inglês decidiu criar uma campanha de financiamento coletivo nesta terça-feira (5) para arrecadar o valor que precisa para arrumar a janela. Em apenas sete horas, Liam não conseguiu apenas os £300 que precisava, mas £835, o equivalente a quase R$3,4 mil. Na página da campanha, ela avisou que doará o dinheiro a mais para instituições de caridade – incluindo a dos bombeiros que o ajudaram.

    Leia tudo sobre: Amor
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.