O "papai e mamãe" é queridinho de muitos casais na hora do sexo, mas nem sempre ele resulta em orgasmos para a mulher. Veja como resolver isso

A lista de posições sexuais que um casal pode tentar na cama - ou fora dela - é extensa, mas algumas são verdadeiros clássicos. E um desses clássicos é o "papai e mamãe", também conhecido como "Missionário". Nessa posição, o homem fica por cima da mulher durante a penetração. Ela pode entrelaçar o parceiro com braços e pernas, mas é ele quem dita o ritmo da relação.  

Leia também: Como incrementar o clássico "papai e mamãe"?

Clássico 'papai e mamãe' pode ficar ainda melhor
shutterstock
Clássico 'papai e mamãe' pode ficar ainda melhor


Muitos são fãs do " papai e mamãe " porque ele permite que o casal troque beijos, olhares e carícias durante o sexo. Outros gostam da ideia de o homem ter o controle - é um momento tanto de submissão quanto de entrega da mulher, claro que com o devido consentimento dos dois. 

Entretanto, também há casais que encontram problemas nesta posição. Para algumas mulheres é difícil chegar ao orgasmo  quando o homem está por cima, por exemplo. Para ajudar, o site da revista "Cosmopolitan" lista 8 problemas comuns nesta posição sexual e dá dicas de como você e seu parceiro podem resolvê-los. Confira os detalhes (spolier - o item 5 é muito simples e pode ser a solução para você também sinta prazer com esse clássico):

1. O pênis dele é pequeno 

Se quando ele está por cima você gostaria que ele fosse um pouco mais fundo na penetração para chegar ao ápice do prazer, a solução é simples. A dica é posicionar um travesseiro ou almofada embaixo do quadril da mulher. Isso mudará o ângulo do corpo da mulher e resultará em uma penetraçao mais profunda. 

2. O pênis dele é grande demais

O oposto também pode acontecer e o tamanho do membro do parceiro pode incomodar durante a penetração, ainda mais quando ele estiver por cima e pode acabar indo mais fundo do que o esperado. Algumas mulheres, segundo a revista, descrevem esse sensação como "se o homem tivesse colocando um prego na parede". E essa não é, nem de longe, a sensação que alguém busca durante o sexo! 

A solução, nesse caso, é mudar a posição do parceiro. Ele pode se afastar um pouco e também se inclinar, para alterar o ângulo e a profundidade da penetração. 

3. O pênis dele é curvado

O problema também pode não ser o tamanho do membro do parceiro, mas a curvatura. A solução para isso é bem simples, basta o homem girar o quadril para "acompanhar" a curvatura do pênis. Assim, o encaixe durante a penetração pode ser mais prazero para a parceira. 

4. Ele acabou se enroscando em seu cabelo

Em muitos casos é sexy ter o homem acacariando seus cabelos e até segurando os fios levemente durante o sexo. Entretanto, na posição "papai e mamãe" seus cabelos ficam "espalhados" sobre o travesseiro e, sem querer, o parceiro pode acabar enroscando as mãos nele.

Uma opção é prender os fios, mas isso pode ser desconfortável já que você está deitada. A dica da revista é mudar um pouco a posição sexual e ficar sentada. Os dois devem inclinar os corpos e, assim, seus fios vão cair em suas costas. Também é possível inverter a postura e deixar o homem deitado. Os fios de cabelo da mulher vão cair no rosto do homem e isso também pode ser bastante sexy.

5. Seu clitóris foi abandonado durante o ato

 Essa é uma reclamação muito comum. Quando o homem está por cima, e principalmente quando ele deve ficar um pouco mais afastado da parceira para evitar qualquer incômodo como citado no item 2, há menos atrito e uma estimulação menor do clitóris durante a penetração. A mulher pode usar os dedos e se estimular durante o ato ou pode pedir que o homem incremente o processo com a masturbação. Ele pode, por exemplo, posicionar a palma da mão em sua região íntima, entre o corpo dele e o seu. Com isso, o movimento do sexo resultará também em uma pressão na mão dele e no estímulo ao clitóris. 

Outra ideia é que o homem incline um pouco a pélvis, para que a região ao redor do pênis estimule a mulher. 

Acessórios também são bem-vindos. Já pensou em usar um anel peniano vibratório durante o sexo? O brinquedinho deve ser "vestido" no membro do homem deixando a cápsula vibratória voltada para cima. Dessa forma, ela ficará posicionada na direção do clitóris, e geralmente a sensação causada por isso resulta em orgasmos. 

6. Ele transpira durante o sexo

As coisas podem realmente ficar quentes na cama e o casal pode, muitas vezes, transpirar durante a relação sexual. Para evitar que gotas de suor caiam no rosto da mulher, ela pode gentilmente empurrar o rosto do parceiro para a região de seu pescoço ou ombros. Vocês vão continuar com os corpos próximos, ele seguirá por cima e você ainda pode ganhar beijos e carícias com a boca no pescoço, na orelha... 

7. Você se sente pressionada a olhar para ele o tempo todo

O contato visual é excitante em diversos casos, mas também há aquele momento que a mulher quer fechar os olhos e apenas curtir seu momento de prazer. E isso pode ser um pouco estranho quando sabe que o parceiro está olhando fixamente para você. Nesse caso, volte à dica número 6. "Desviar" a cabeça dele do seu rosto durante o sexo pode render boas carícias e resolver o problema. 

8. Você sente como não estivesse fazendo nada na relação

Como já foi comentado, no "papai e mamãe" é o homem quem está no controle do ato sexual. Entretanto, isso não significa que a mulher não possa interagir também. Ela pode ajudar o parceiro a ditar o ritmo da relação mexendo o corpo junto com ele. Também pode abraçá-lo e entrelaçar as pernas ao redor do quadril dele. A mulher pode ainda aproveitar as mãos livres para acariciar costas e bumbum do parceiro. 

Seja no "papai e mamãe" ou em qualquer outra posição sexual, a ideia é sempre só fazer aquilo que está com vontade. Se quiser se sentir mais dominada pelo parceiro, não há problema algum. Se não, inverta as coisas e fique você por cima . Juntos vocês vão descobrir as melhores posições e sensações na cama. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.