Os adeptos sentem prazer em lambuzar o corpo com substâncias que façam sujeira, como lama, tinta e alimentos cremosos, como leite condensado

Você sabe o que significa WAM ? É uma sigla em inglês para “Wet and Messy” (molhado e bagunçado) e se refere a um fetiche sexual no qual as pessoas sentem prazer em ficar bagunçadas e melecas. Pode até ser excêntrico e parecer estranho, mas existem muitos sites que envolvem essa temática.

WAM é fetiche no qual as pessoas sentem prazer em se lambuzar com coisas que façam meleca
Reprodução
WAM é fetiche no qual as pessoas sentem prazer em se lambuzar com coisas que façam meleca


Leia mais: Comuns ou excêntricos? Veja os fetiches sexuais que mexem com o imaginário

O fetiche consiste em ficar lambuzando o corpo com substâncias que façam sujeira ou sejam grudentas, como lama, tinta e até alimentos (leite condensado e torta de creme, por exemplo). Geralmente, as mulheres adeptas dessa prática fazem isso vestidas, mas também há quem prefira ficar nua para realizar a prática.

Segundo informações do jornal britânico “Metro”, há pessoas que gostam de transar ou de se masturbar  enquanto passam essas substâncias no corpo. Já outras tratam o WAM como uma preliminar, pois consideram a prática algo sexy.

O que leva ao prazer?

A questão do prazer costuma estar ligada à ideia de que a mulher está sendo rebelde ou fazendo algo de “errado”, já que a prática gera  bagunça e estraga a roupa que ela está usando. Há também as que se acham sexy por estarem molhadas e com a roupa grudada no corpo. Outras se sentem humilhadas e, portanto, associam o WAM a um jogo de BDSM (prática que envolve dominação, submissão, uso de algemas, etc).

A lama é uma das coisas que os adeptos gostam de usar para se lambuzar
Repordução
A lama é uma das coisas que os adeptos gostam de usar para se lambuzar


Leia mais: Christian Grey brasileiro realiza fantasias e diz o que as mulheres buscam

Em entrevista ao “Metro”, a blogueira adepta da prática Candy Custard diz que demora um dia inteiro para preparar as coisas que vai utilizar para se sujar e outro período igual para limpar tudo.

Mudando de profissão

A fascinação dela pelo WAM começou quando Candy viu em uma revista pornô imagens de mulheres tomando banho com coisas “melequentas”. Assim que o relacionamento dela terminou, a moça resolveu mudar de profissão e começou a costurar roupas voltadas para fetiches, que são vendidas em sex shops .  

Se sentido mais livre com a nova profissão, decidiu visitar um estúdio que faz fotos de pessoas lambuzadas com alimentos. Ao participar de uma sessão fotos e postá-las em um grupo na internet, os fãs de WAM aprovaram e pediram mais. O sucesso foi tanto que, hoje, ela trabalha com isso.

Leia mais: Brinquedo erótico: saiba qual o ideal para cada signo do zodíaco

A maior parte dos clientes da blogueira são homens de 25 a 65 anos, mas ela também atende mulheres e até alguns casais. Candy afirma que a maioria dos homens gosta de se vestir com roupas femininas e cria histórias para realizar o fetiche junto com ela. É algo diferente, mas a mulher garante que aguça o prazer de muita gente.