Serviço custa de R$ 10 a R$ 99 e permite contratar pacotes de "ficante" a "namorada"

“Ficante” por três dias, ex-namorada por sete ou namorada por 30. Esse é o cardápio do mais novo serviço oferecido pela web brasileira, o Namorofake . Como o nome indica, o site permite que homens contratem mulheres para fingir que são suas ex ou atuais parceiras no Facebook.

Para quem pensa que isso é uma piada, aí vai uma informação. Em pouco menos de 30 dias de lançamento, o serviço já esgotou todos os perfis de mulheres disponíveis. Quem quiser contratá-lo tem que entrar numa fila de espera. “Não imaginávamos que a procura ia ser tão grande. A nossa expectativa era que o produto ia levar mais tempo para se consolidar”, diz Flávio Estevam, empresário do setor de informática que criou e é proprietário do Namorofake.

Na página do Namorofake, os visitantes são avisados de que não há mais perfis disponíveis de mulheres para serem alugados
Reprodução
Na página do Namorofake, os visitantes são avisados de que não há mais perfis disponíveis de mulheres para serem alugados

A inspiração para criar o serviço veio de um amigo de Flávio, que queria provocar ciúmes em uma ex-namorada com ajuda de outra mulher. “Estou sempre à procura de novos negócios e achei que podia transformar em produto algo que muita gente já fez, ou seja, fingir um namoro só para provocar ciúmes em alguém ou para posar de pegador entre os amigos”, conta.

Leia mais: Alugar namorado vira moda na China

Apesar de não revelar quem elas são, Flávio garante que as mulheres que ‘alugam’ seus perfis no Facebook são reais e bonitas. “São moças que se cadastram no nosso site e querem ganhar um dinheiro extra. É um trabalho que elas podem fazer de casa, sem precisar ter nenhum contato pessoal com o cliente”, explica.

Depois de contratar uma das modalidades do serviço, o cliente tem acesso a uma área restrita, onde pode escolher a namorada falsa por meio de fotos. Em seguida, a mulher escolhida manda um pedido de amizade para quem a contratou. Daí em diante, ela começa a postar comentários no perfil do namorado de mentira.

Flávio Estevam  criou o Namorofake inspirado por um amigo
Divulgação
Flávio Estevam criou o Namorofake inspirado por um amigo

Os comentários são escritos pelo próprio contratante do serviço, a namorada falsa apenas os posta. “Elas não devem ter qualquer outro contanto com o cliente, incluindo aí as mensagens privadas no Facebook. É claro que não temos controle sobre isso, mas a recomendação é essa”, diz o empresário.

Para evitar que o namoro falso seja descoberto, a mulher não pode ter nenhum amigo em comum com o cliente no Facebook. Isso também evita que alguém contrate um perfil que já foi alugado por outra pessoa conhecida dele.

Os preços do serviço não são salgados. A modalidade ‘ficante’ custa R$ 10 por três dias de uso e dá direito a três comentários. Já o pacote de ‘ex-namorada’ dura sete dias e garante cinco comentários por R$ 19.

Quem quiser, digamos, um ‘compromisso’ mais sério tem que desembolsar mais. O cliente que contrata a modalidade ‘namorada’ paga R$ 39 por sete dias e recebe 10 comentários em sua página pessoal no Facebook. Ele ainda tem um beneficio a mais, podendo mudar o seu status na rede social para “namorando com...”.

O pacote ‘namorada virtual’ é o mais caro: custa R$ 99 e dura 30 dias. Além de também poder mudar o status na rede social, o cliente ainda recebe 30 comentários em sua pagina pessoal.

Flávio não revela o número de clientes que estão usando o serviço, mas diz que o sucesso do produto o animou a ampliar o negócio. No segundo semestre deste ano, deve ser lançada o site NamoradoFake, para as mulheres que querem ter um namorado falso. Uma versão gay também está prevista.

Veja também:
“Travesseiro namorado” faz sucesso na Inglaterra imitando corpo de homem
Sites de namoro ganham força e atraem usuários em busca de um par
Quais são as características mais buscadas nos sites de namoros

>>> Assine a  Newsletter , curta nossa página no  Facebook  e siga o @Delas no  Twitter  <<<


    Leia tudo sobre: facebook