Entre os infiéis, 74,2% das mulheres e 63,2% dos homens tiveram primeiros encontros com amantes em eventos deste tipo

As festas no trabalho – como as tradicionais trocas de presentes de amigo secreto ou as confraternizações em bares e restaurantes neste fim de ano – despertam em muitas pessoas a vontade de experimentar a infidelidade, pelo menos é o que diz uma pesquisa com 9,5 mil usuários do site Ashley Madison , especializado em encontros para pessoas casadas.

Segundo o levantamento com pessoas que já foram infiéis, 74,2% das mulheres e 63,2% dos homens aproveitaram as festas em empresas para ter o primeiro encontro com um colega ou uma colega de trabalho.

As festas de empresa são uma oportunidade para quem deseja ter um caso com alguém do trabalho
Thinkstock Photos
As festas de empresa são uma oportunidade para quem deseja ter um caso com alguém do trabalho

Com um clima descontraído, contrário à formalidade tradicional dos escritórios, as festas deste tipo fornecem a oportunidade que muitas pessoas já esperam para abordar alguém com quem trabalham. 90,4% das mulheres e 82,6% dos homens infiéis pesquisados admitiram ter um (a) colega que gostariam de levar para cama.

A pesquisa também mostra qual o tipo de relação de trabalho havida entre as pessoas que tiveram um caso. 28,5% das mulheres traíram com alguém do mesmo nível hierárquico. Entre os homens, o índice é de 25%.

Leia também: Livro lista as regras para uma traição ser bem-sucedida

Os outros infiéis tiveram relações com pessoas de nível hierárquico superior. No caso das mulheres, o amante estava no nível de gerência, em 21% dos casos, ou presidência, 9,9%. Entre os homens, a proporção é diferente. 13.3% das parceiras de infidelidade deles eram de cargos de gerência e 10% de presidência.

Uma diferença curiosa aparece quando a relação de infidelidade é com subordinados. Entre as mulheres, só 2% dos casos são deste tipo. Já entre os homens, a porcentagem é de 16,7%.

Fechando essa parte da pesquisa, aparecem as pessoas que tiveram casos com colegas de departamentos diferentes de uma mesma empresa. Nesta situação, as mulheres aparecem com 38,9% e os homens com 35%.

Mais do assunto em Amor e Sexo:
Ideia de que mulher trai menos que o homem é colocada em dúvida
Sites que facilitam a infidelidade chegam ao Brasil
Traição pode salvar um relacionamento?

>> Assine a  Newsletter , curta nossa página no  Facebook  e siga o @Delas no  Twitter  <<

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.