Quando o assunto é emagrecimento, muita coisa que é passada de geração para geração não deixa de ser mito e pode até fazer você engordar

Experimente comentar com algum amigo, vizinho, tia ou parente que está tentando emagrecer alguns quilinhos. Provalmente eles terão algumas dicas para emagrecer na ponta da língua. O problema é que muita coisa que já é vista como verdade de tanto que foi repetida não passa de mito. Para piorar, seguir algumas dessas dicas pode fazer mal à saúde e até resultar em quilos a mais na balança. 

Leia também: 12 alimentos que realmente ajudam a perder peso

Algumas dicas para emagrecer são totalmente furadas!
shutterstock
Algumas dicas para emagrecer são totalmente furadas!


Recentemente, o portal "Byrdie" fez uma lista com 7 dessas dicas para emagrecer que você deve esquecer agora. Para ajudar, também separamos por aqui dicas que funcionam de fato e são simples de serem inseridas no dia a dia. Veja os detalhes: 

1. Alimentos low fat são sempre os melhores

Quando se está de dieta, é tentador comprar as versões com menos gordura dos alimentos facilmente encontradas no mercado, mas isso pode ser um erro. A terapeuta holística e nutricionista Paula Simpson fala ao portal de um recente estudo que analisou pessoas de 35 a 70 anos de 18 países, incluindo locais da América do Norte e do Sul, Sul da Ásia, China e África. Nele, os pesquisadores queriam traçar uma comparação entre alimentação, doenças do coração e morte. 

Os resultados, segundo a especialista, mostraram que as pessoas estão sofrendo porque estão comendo muito açúcar e não muita gordura. Portanto, a dieta low fat não faz tanto sentido. 

Ela ainda lembra que o corpo precisa de gordura e de um equilíbrio entre os macro nutrientes. "As gorduras ajudam a controlar o apetite e também a estabilizar os níveis de energia no corpo", comenta. 

A indicação da profissional é preferir gorduras de origem vegetal ou carnes magras e peixes para uma alimentação saudável. 

2. Troque o açúcar por adoçante

Bom, se o açúcar o problema da população de diversos lugares do mundo, como indicou a pesquisa citada no item 1, vale cortá-lo do cardápio e usar adoçante em todas as bebidas e preparos, certo? Nada disso!

Um grande erro é achar esse produto é saudável só porque contém pouquíssimas calorias. Não é novidade que adoçantes artificias enganam o cérebro e fazem com o corpo produza mais insulina, o que gera um maior estoque de gordura. O excesso desse produto ainda pode prejudicar a flora intestinal, e isso traz consequências negativas para pele e todo sistema imunológico. 

De acordo com o "Byrdie", o açúcar pode dar lugar a adoçantes naturais, como stevia ou mel. 

Leia também: Manual do adoçante - quais os riscos e benefícios e como usar

3. Refrigerante diet está liberado

Ainda na linha de cortar o açúcar, outro item que pode ser a aposta de muita gente é o refrigerante diet. E mais uma vez, esse caminho não é nenhum pouco considerado o ideal por nutricionistas. Paula ressalta que já foi comprovado que essas bebidas trazem prejuízo ao fígado, à saúde estomacal, aumentam o risco de diabetes e contribuem para o ganho de peso. 

Leia também: Refrigerante diet é culpado por você não emagrecer, diz estudo

A melhor opção é a água, de preferência sem gás. Se quiser variar, faça uma água saborizada que também terá poucas calorias e não fará mal nenhum a sua dieta, muito pelo contrário. É possível adicionar itens termogênicos que ajudam a turbinar o emagrecimento. 

4. Você pode trocar uma refeição por um suco

Quando começou a moda de suco detox, muita gente deixava de fazer uma refeição e preferia apenas tomar a bebida para limpar o organismo. Apesar de os sucos, como o verde, terem bons nutrientes, não tem a mesma quantidade encontrada em um prato equilibrado. 

Segundo Paula, um dos problema dos sucos é que boa parte das fibras das frutas são perdidas durante o processo. Julian Tuchman, mais uma especialista em nutrição consultada pelo portal, concorda. "Sucos verdes são ótimos, mas precisam fazer parte de um cardápio que inclua alimentos sólidos", diz Julian. 

Sucos também oferecem uma carga de açúcar muito maior do que se você consumir apenas uma fruta - quantas laranjas você usa para um copo de suco? Quantas você comeria de uma vez sozinhas? Basta fazer essa comparação. De novo, isso faz com que o organismo produza mais insulina para controlar os níveis de açúcar e o resultado é estoque de gordura. 

Uma solução se quiser um líquido é optar por um smoothie, que usa as frutas inteiras, com casca e bagaço. Também evite adoçar com açúcar. Suco de maçã pode ser usado para essa função. 

5. Se a dieta da moda não funcionar, faça outra

É tentador seguir as dicas para emagrecer e as dietas da moda e simplesmente mudar para outra caso a primeira tentativa não dê certo, afinal, não faltam dietas da moda! Mas os resultados podem não estar aparecendo porque esses cardápios não foram montados para você. O que serve para seu melhor amigo não necessariamente dará certo para seu corpo. 

Aqui não tem segredo, o melhor caminho é montar um plano alimentar de acordo com suas necessidades e objetivos com um nutricionista ou profissional da saúde. 

6. Dia do lixo

Segundo Julian, isso é um erro porque ao instituir um dia da semana para comer o que bem entender significa que esses alimentos são condenados do cardápio. Apesar de estudos mostrarem que uma pausa na dieta faz bem , a especialista defende que o melhor caminho é incluir todos os alimentos que deseja na dieta, mas na quantidade ideal para você (volte ao item 5 e faça uma consulta com um nutricionista!). 

Uma dica da profissinal é fazer um diário da alimentação. Com isso, saberá exatamente o que está ingerindo e ficará mais fácil fazer qualquer ajuste necessário, sem precisar passar uma semana longe de doces e comer tudo o que tiver pela frente no famoso "Dia do lixo". 

7. Compre roupas menores para se motivar a perder peso

Essa é uma das dicas para emagrecer que até pode funcionar para uns, mas pode ser um desastre para outros, trazendo só frustrações. Julian defende que o primeiro passo para entrar em forma e encontrar o bem-estar é aceitar quem você é no momento e entender que, algumas vezes, é preciso mudar os hábitos para ter mais saúde. Ter no guarda-roupas peças que não servem pode ser doloroso e fazer você desistir de tudo e acabar comendo para descontar as emoções. A dica da especialista é focar na mente e em se aceitar. 

    Leia tudo sobre: dieta
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.