Uma dica: gordura deve, sim, fazer parte do seu cardápio se sua ideia é acabar com a gordura abdominal. Veja essa e outras dicas

Aos poucos a expressão " projeto verão " ganha forças, as academias vão ficando mais cheias e mais gente busca uma alimentação saudável para queimar as últimas gordurinhas e conseguir secar a barriga para a estação mais quente do ano. Com isso também surgem algumas dúvidas, como o que incluir na dieta nesse momento. 

Leia tudo sobre dieta

Nutricionista e campeã de fisiculturismo Ivie Rhein exibe corpo sarado e dá dicas do que (e como) comer para secar a barriga
Divulgação
Nutricionista e campeã de fisiculturismo Ivie Rhein exibe corpo sarado e dá dicas do que (e como) comer para secar a barriga


Quando o assunto é secar a barriga , lembre-se que exercício físico, daqueles que queimam gordura corporal como os aeróbicos ou o HIIT, são bem-vindos. Entretanto, a alimentação tem papel fundamental por aqui. "De nada adianta mil abdominais se seu prato, e seu copo, não estiverem em harmonia com uma alimentação saudável e disciplinada", diz Ivie Rhein, nutricionista e campeã de fisiculturismo. Sem os cuidados com o cardápio, há o risco de, por exemplo, criar músculos por cima de uma camada de gordura e, aí, esqueça a barriga sarada. 

Com exclusividade ao Delas, Ivie monta uma lista com alimentos que provavelmente você tenha em casa e vão te ajudar a entrar em forma. São itens com substâncias que "atacam" a gordura abdominal e ajudam a acelerar o processo de queima de gordura corporal. E pode até soar estranho em um primeiro momento, mas para acabar com a gordura da barriga é preciso, sim, consumir gordura. Veja todos os detalhes: 

1. Abacate

Abacate é uma fonte de gordura boa para a dieta
shutterstock
Abacate é uma fonte de gordura boa para a dieta

Essa fruta é uma boa fonte de gordura monoinsaturada, uma dessas substâncias que, segundo a especialista, "atacam" a gordura do abdômen. Ela diz que o abacate ajuda a diminuir o acúmulo de células gordurosas entre os órgãos abdominais e, por isso, contribui para uma barriga mais chapada. "Tem ainda glutationa, substância que controla os níveis de cortisol – hormônio do estresse que pode emperrar a dieta", completa Ivie. 

Leia também: Gordura deve entrar na dieta, sim! Saiba a forma correta de consumir

Para aproveitar os benefícios desse alimento que é queridinho nas dietas, é preciso se atentar à maneira como ele é consumido. Muitos brasileiros têm o hábito de comer o abacate como um doce. Nesse caso, é melhor não adicionar açucar e, sim, algumas gotas de adoçante ou limão. 

Vale também apostar nas versões salgadas, como um guacamole, tradicional prato mexicano. Graças ao lado fisiculturista, Ivie passa boa parte do tempo treinando nos Estados Unidos. Ela afirma que por lá o abacate ganha esses ares mais salgados também, virando um acompanhamento para torrada, como um substituto do requeijão, por exemplo, ou como um complemento para as saladas. 

A fruta também pode ser consumida em vitaminas. A sugestão da profissional é bater o abacate com whey protein de chocolate e ingerir à noite, no lugar da última refeição do dia. A combinação garante nutrientes e saciedade. 

2. Frutas vermelhas

Morango é rico em antioxidante e tem poucas calorias
shutterstock
Morango é rico em antioxidante e tem poucas calorias

Elas também são bem comuns no cardápio dos americanos, mas cada vez é mais fácil encontrar variadas frutas vermelhas aqui no Brasil também. Nessa lista entram morango, cereja e amora. Todas são ricas em antocianina, um pigmento natural com função antioxidante que ajuda na queima de gordura abdominal. 

A dica de Ivie aqui é optar sempre pela fruta in natura. Nada de apostar em geleias, que levam outros tantos ingredientes, e nem mesmo as congeladas. "A melhor opção é consumir a fruta mesmo, natural. E claro que não vale um morango com leite condensado, nem creme de leite", diz a nutricionista e fisiculturista. 

3. Vinagre

Vinagre de maçã é um aliado na dieta e também no dia a dia
shutterstock
Vinagre de maçã é um aliado na dieta e também no dia a dia

Quer um temperinho saudável para sua salada? Escolha o vinagre. Segundo a especialista, esse item contém ácido acético, substância que inibe o apetite, acelera o metabolismo e evita picos de insulina. Ou seja, o vinagre ajuda a dar uma sensação de saciedade por mais tempo e ainda contribui para a queima de gordura ao acelerar o metabolismo. 

Na hora de comprar, Ivie também tem uma sugestão: "Prefira o vinagre de maçã , que além de atuar no controle de peso, é mais eficaz na ação diurética e na eliminação de toxinas". 

Ela fala que além usar esse produto na salada, gosta de consumi-lo logo depois de acordar. "Costumo tomar duas colheres de sopa de manhã, em jejum", diz Ivie. Para isso, ela mistura essa quantidade de vinagre a água com limão, clorofila, uma fibra. 

4. Gengibre

Gengibre combina com chás, sucos e é um ótimo tempero
Creative Commons
Gengibre combina com chás, sucos e é um ótimo tempero

Mais um item que ajuda a acelerar o metabolismo por ser um termogênico . Além disso, tem também propriedades anti-inflatórias. De acordo com Ivie, o consumo dessa raíz pode fazer com que mais calorias sejam queimadas ao longo do dia. Para completar, o gengibre ainda facilita a digestão de alimentos gordurosos e melhora o funcionamento do intestino. 

Outra vantagem é que se trata de um alimento bastante versátil. Ele pode servir como tempero para diversos preparos, desde caldos e sopas a pratos mais elaborados. Também combina muito bem com chás e sucos. Ivie conta que durante um tempo tomava suco verde com gengibre pela manhã. "Fica bem gostoso", diz. 

5. Chá verde e branco

Chá verde ajuda a emagrecer e pode ser consumido quente ou frio
shutterstock
Chá verde ajuda a emagrecer e pode ser consumido quente ou frio

E como o gengibre vai bem com chá, vale também escolher a melhor bebida para secar a barriga. As sugestões da especialista são chá verde e chá branco. "Eles são ricos em catequinas, polifenóis que aceleram o metabolismo e a queima de gordura", afirma. Ela diz também que já existem estudos que indicam que esses chás ajudam a reduzir o açúcar no sangue e são capazes de estimular o funcionamento do intestino. 

Ivie comenta que gosta de tomar esses chás quentinhos, para ter aquela sensação de relaxar com uma bebida "aconchegante". Mas eles podem ser consumidos gelados também, e uma dica para dar mais sabor é adicionar algumas gotas de limão. Tente não usar açúcar no preparo. 

Leia também: Café x chá verde? Qual a melhor opção para "acordar" e até para emagrecer?

6. Semente de chia

Semente de chia é saudável e pode ser usada em preparos doces e salgados
shutterstock
Semente de chia é saudável e pode ser usada em preparos doces e salgados

A chia é conhecida por formar uma espécie de gel no estômago e, com isso, trazer mais saciedade. Isso acontece por causa das fibras solúveis presentes nessa semente. Também é uma fonte de proteína. Com isso, ajuda no controle do apetite e, consequentemente, diminui o volume abdominal. 

Você pode adicionar a semente de chia a sucos, iogurte ou usá-la em receitas. 

Leia também: 6 motivos para incluir agora a chia em sua dieta, e 2 receitas práticas

7. Peixes e frutos do mar

Salmão é um peixe clássico para a dieta e fica ótimo assado ou grelhado
shutterstock
Salmão é um peixe clássico para a dieta e fica ótimo assado ou grelhado

Esses alimentos são ricos em ômega 3 e ajudam a desinflamar as células gordurosas. "Ainda aceleram a transformação da glicose em energia, impedindo que ela vire gordura", afirma a nutricionista. 

Para manter a receita saudável é preciso cuidado com o preparo. Pode até ser tentador, mas Ivie diz que não se deve fazer peixes ou frutos do mar fritos e nem com molhos gordurosos. "O ideal é que seja grelhado, assado, ou ensopado. Mas nada com queijo, creme, nada disso, pois se não perde a função que a gente quer: secar a barriga". 

A nutricionista e campeã de fisiculturismo, entretanto, prefere não estipular a quantidade desses alimentos que ajudam a secar a barriga devem ser consumidos. Ela explica que isso é uma questão pessoal e varia de acordo com as necessidades diárias e atividades que cada um pratica. Portanto, vale sempre consultar um nutricionista para aplicar as dicas da melhor maneira para você. 

    Leia tudo sobre: dieta
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.