Detox há tempos é a palavra da moda quando o assunto é alimentação, mas você sabe como seguir uma dieta deste tipo sem cometer erros?

Você exagerou no final de semana ou já sabe que vai aproveitar e esquecer a dieta no próximo feriado. Seja o primeiro ou o segundo cenário, é provável que a ideia de seguir uma dieta detox tenha passado por sua cabeça. E com isso aparecem as dúvidas: detox emagrece? Qualquer um pode fazer essa dieta? Estou fazendo da maneira correta?

Leia também: Nutricionista diz o que realmente funciona nas receitas detox

Detox emagrece, mas não é apenas feito de suco verde
shutterstock
Detox emagrece, mas não é apenas feito de suco verde


A nutricionista Joanna Carollo responde a essas e outras questões e dá dicas para fazer a dieta detox de maneira correta. E como consequência uma das respostas acaba sendo sim, o detox emagrece . Veja os detalhes. 

Para conseguir bons resultados na balança, a dieta vai além do famoso suco verde . A ideia é incluir alimentos naturais e que ajudem o corpo trabalhar melhor e eliminar toxinas em diversas refeições. No final, com o organismo funcionando melhor, a perda de peso e outros resultados aparecem.

"Com o organismo 'intoxicado', aumenta a retenção de líquidos e a própria inflamação do tecido adiposo, o que propicia o acúmulo de gorduras. Pessoas com este problema encontram maior dificuldade em eliminar o inchaço e o excesso de peso, pois o organismo não está trabalhando como deveria. Uma vez corrigida a dieta, especialmente apostando em alimentos que facilitem a detoxificação, esses sintomas tendem a diminuir – o que para muitas pessoas pode culminar na redução de medidas", afirma a nutricionista, profissional da Nova Nutrii. 

Como acertar na dieta detox?

Para fazer o detox genuíno, o suco verde é bem-vindo, mas deve ser combinado com outros hábitos. "De nada adianta investir no tal suco verde pela manhã e recorrer ao biscoito recheado no lanche da tarde. Dessa forma, o indivíduo estará 'repondo' o que o organismo luta para eliminar", fala a Joanna. Portanto, a regra é reduzir o consumo de alimentos processados e industrializados, cheios de aromatizantes e conservantes. 

A base da alimentação, como defende Joanna, deve ser de alimentos naturais, pois eles têm alto índice de nutrientes, são ricos em fibras e ajudam na digestão e no bem-estar o corpo. "É muito importante investir em alimentos de verdade, ou seja, aqueles que encontramos na feira", diz a profissional. Se possível, as versões orgânicas, que não contêm agrotóxicos. 

Também é fundamental manter-se hidratado, já que as toxinas são eliminadas através da urina, do suor e da bílis. A combinação ingestão de água e fibras é excelente para o funcionamento do corpo e, consequentemente, uma maior eliminação de toxinas. 

O que não pode faltar?

Como Joanna diz, o suco verde não é o único responsável pelo detox, mas ele pode estar presente no cardápio. E não é à toa que a couve é o ingrediente mais comum neste preparo. "Rico em vitaminas do complexo B, em especial a vitamina B7, o alimento é capaz de beneficiar o processo digestivo e facilitar o trabalho do fígado", detalha a nutricionista. 

Além disso, a couve é indicada para o preparo de bebidas por deixar pouco sabor residual. Mas se quiser outro ingrediente com os mesmos benefícios, pode optar por agrião ou espinafre, que também são folhas verdes e pouco alteram o sabor do suco no final. 

Limão combina com suco verde e dieta detox
shutterstock
Limão combina com suco verde e dieta detox


Outros alimentos também devem fazer parte da dieta. O limão , por exemplo, é diurético e, por isso, ajuda a combater o inchaço e a retenção de líquido. Também é rico em vitamina C e consegue regular a absorção de açúcar. Para completar, contém terpeno, um composto que ajuda na “limpeza” do fígado - um dos principais órgãos do corpo responsável por barrar a ação das toxinas no organismo e também eliminá-las. 

Como é cítrico, o limão combina e equilibra o suco verde. Se preferir, pode usar outra fruta com a mesma característica, como a laranja. 

Ainda na parte das frutas, a sugestão de Joanna é a maçã . "Rica em ácido málico, ajuda no trabalho da bílis, abrindo caminho para que essa substância atue no fígado", detalha a nutricionista. Ela é conhecida por atuar como uma espécie de esponja, absorvendo o que há de ruim no corpo. Essa fama é graças a alta concentração de pectina, uma fibra solúvel que reduz a absorção de gorduras e impede que elas se acumulem no organismo. 

A maçã também tem um sabor naturalmente doce e pode ser usado para adoçar sucos e outras bebidas. 1/4 da fruta já suficiente para essa função. 

Leia também: Como aproveitar todos os benefícios dos sucos com vegetais

O pepino também é um aliado. O vegetal, que já foi apontado como segredo das dietas das famosas de Hollywood , é composto basicamente de água e, por isso, é mais um com ação diurética. Como contém fibras, contribui para o processo de digestão. Para melhorar, ainda tem um baixo valor calórico, ou seja, não pesa na balança no final das contas. 

E se quiser um resultado rápido?

A dieta detox também ficou popular para quem quer buscar um resultado rápido. O inchaço e o incômodo podem aparecer depois de um jantar fora de casa, com comida mais "pesada" e bebida alcóolica. Aí muitos recorrem ao detox.

Água saborizada com limão é uma ótima pedida para se hidratar, segundo nutricionistas
shutterstock
Água saborizada com limão é uma ótima pedida para se hidratar, segundo nutricionistas


Até é possível ajustar o cardápio para esse fim, mas com cautela. Há cardápios de três dias que cortam diversos itens e podem, sim, eliminar peso e toxinas. Entretanto, essas dietas radicais não devem ser seguidas por muito tempo ou trarão prejuízos à saúde, já que há o risco de não ingerir todos os nutrientes necessários para o bem-estar. O recomendado é seguir esse cardápio por três dias, no máximo. 

Leia também: Detox de 72h - nutróloga monta cardápio para enxugar até 3 quilos em 3 dias

Quem pode fazer o detox?

Seja qual o objetivo, é importante sempre procurar um profissional antes de começar uma dieta ou qualquer plano alimentar. Só assim o cardápio será ajustado de acordo com suas necessidades. Quem faz atividade física precisa de mais energia, por exemplo, antes de partir para academia e pode ter um café fa manhã bem diferente de quem ainda é sedentário. Gestantes, nutrizes e pessoas com problemas de saúde devem ter cuidado extra. No final, o detox emagrece e faz bem para saúde se feito com responsabilidade. 

    Leia tudo sobre: dieta
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.