Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Afinal, o tamanho importa?

Umas acham que sim, outras garantem que n?o. O que realmente da mais prazer: um instrumento bem grande ou aquele com mais func?es?

Glycia Emrich

Getty Images
Tamanho realmente importa?
De acordo com a Sociedade Brasileira de Urologia, o tamanho do pênis normal no homem brasileiro foi pouco estudado. Acredita-se que qualquer tamanho entre 4 a 18 centímetros (em repouso) e 7 a 27 centímetros (quando ereto) esteja dentro do normal. E é exatamente por ter uma variação tão grande (de 7 cm a 27 cm tem uma diferença gritante) que a mulherada nunca entra num consenso. Será que o tamanho importa ou o que vale é a função sexual?

Tem gente que acha que uns centímetros a mais dentro da cueca podem fazer milagres. Mas só isso não traz felicidade. “Ser abençoado pela natureza nesse aspecto pode tornar um homem imbatível no quesito sexo, mas é importante lembrar que saber o que fazer com a ferramenta é ainda mais importante, já que este tipo de apetrecho não tem câmbio automático”, ri a produtora Carlota Joaquina, 24 anos.

Por outro lado, ser mestre na ginga e no rebolado pode ser extremamente frustrante se na hora do vamos ver elas não sentirem um certo volume. “Imagina, isso pra mim é fundamental. Claro que não precisa ser uma coisa enorme, que não caiba em mim. Mas tem que dar pro gasto, né? Se for pequeno demais, prefiro que ele se vire de outras formas”, conta a escriturária Maria Adelaide S., 39 anos.

A discussão é polêmica e envolve aspectos culturais, emocionais e íntimos. Será que não é o homem que se preocupa demais com isso e se esquece do que é fundamental? “Eles é que se preocupam demais com o tamanho. Devem passar a vida com uma fita métrica a tira colo conferindo quanto mede o pênis. E aí esquecem que tamanho sem prazer é quase uma coca-cola sem gás”, garante a estudante de direito Nina Ramos, 27 anos.

Efeito placebo?
A terapeuta sexual Anita Herbea defende a tese que diz que os homens se sentem o próprio Super-Homem quando apresentam um volume considerável entre as pernas. “O prazer da mulher não cresce na mesma proporção em que se aumenta o tamanho do órgão genital masculino. Mas a segurança dos homens, sim. Eles se sentem frágeis quando acham que o pênis é pequeno e não está de acordo com o que esperavam”, explica a especialista.

Mas será que só uma grande atração e sintonia entre o casal é capaz de dar conta, quando o tamanho do pênis é desproporcional à expectativa? “O tamanho não faz diferença. Às vezes você acha que vai ser enorme e quando o cara tira a roupa é uma surpresa. Pode ser que seja grande ou pequeno. O que vale mesmo é a química entre os dois. Tem alguns que são maiores e não adianta nada”, conta a bióloga Maria Garcia, 29 anos.

Parte também dessa linha de raciocínio quem defende a eficácia da relação sexual como ponto importante. “A gente tem que sacudir alguns marmanjos para explicar que o primordial é o que ele vai fazer com seu instrumento. Só isso é o que realmente importa. Tipo pequenas empresas, grandes negócios, sabe?”, ri a professora Karen O., 31 anos.

Pequenos, médios ou grandes?
Cada um tem lá a sua preferência. Mas, para os homens, vale o recado da Sociedade Brasileira de Urologia: desde que vocês consigam obter e manter ereções suficientes para penetração, que permitam levar a relação sexual até o final, não há necessidade de se preocuparem com o tamanho do pênis. Elas agradecem!

Leia tudo sobre: sexo

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG